PM mata três do Comando da Paz
TRÂNSITO AO VIVO
WhatsApp: 71 9206-5826
domingo, 23 de novembro de 2014
FIQUE SABENDO AGORA
PUBLICIDADE
Segurança

PM mata três do Comando da Paz

por
Mariacélia Vieira
Publicada em 07/06/2010 23:17:13

Traficantes ligados ao Comando da Paz morreram no final da tarde de ontem, durante troca de tiros com policiais militares, na localidade conhecida como Forno, no Engenho Velho da Federação. De acordo com o subcomandante da 41ª Companhia Independente da Policia Militar (CIPM), Aristenes Castelo Branco, os irmãos Bruno e Lucas da Conceição, além do comparsa Murilo, também conhecido como “Murca”, que foram mortos no confronto, estariam sendo acusados de levar pânico ao bairro no último sábado, e, há duas semanas, terem promovido vários assaltos na região da Avenida Vasco da Gama. Outros dois suspeitos conseguiram fugir.

Três armas calibre 38 foram apresentadas como sendo dos rapazes atingidos. Segundo o subcomandante Aristenes, os outros dois traficantes que fugiram estavam de posse de uma submetralhadora e de uma espingarda calibre 12. O policial informou que realizava uma operação de rotina, quando os PMs foram recebidos a tiros na Rua do Forno pelos cinco rapazes.

Houve revide e três deles foram baleados e morreram a caminho do hospital. Ao grupo o subcomandante também atribuiu os assassinatos dos soldados Edvaldo Sacramento, há cerca de dois anos na Rua do Forno; e Raimundo José Bonfim, 42 anos, da 14ª Companhia Independente a Polícia Militar, morto em Cosme de Farias.

A chegada dos policiais militares por volta das 15h30 assustou quem estava no Hospital Geral do Estado (HGE) para ser atendido ou como acompanhante. Em viaturas com sirenes ligadas, militares chegaram ao local e encapuzados e armados, abriram passagem na recepção da emergência. Eles traziam os três suspeitos feridos, com idades entre 20 e 25 anos. Na entrada da emergência o óbito foi constatado.

Atônita com toda a movimentação, uma mulher, ainda trêmula, gritava para um grupo que preferiu ficar no fundo da ala de espera, que ainda chegariam mais quatro corpos. A informação não foi confirmada pelo o subcomandante. Às 16h45, ele afirmou apenas que operação continuava no Engenho Velho da Federação.

VÍTIMAS DO GRUPO - Edivaldo Sacramento, 38 anos, foi assassinado no dia 31 de maio de 2008, por cinco homens encapuzados no Bar e Mercearia Santo Antônio, no Engenho Velho da Federação, onde residia. Segundo agentes da 7ª Delegacia (Rio Vermelho), o crime teria sido cometido por traficantes da Baixa do Forno, já que o soldado da 40ª Companhia de Independente  combatia também o tráfico de drogas onde morava.

Quase cinco meses depois, o soldado Raimundo José Bonfim, 42 anos, lotado na 14º CIPM também foi assassinado. O crime ocorreu por volta de 1h15 do dia 15 de outubro de 2008, na Ladeira da Paz, no bairro de Cosme de Farias. O policial foi executado no final da passarela que liga a Rua da Paz à Avenida Mário Leal Ferreira, na Avenida Bonocô, perto do local onde a vítima morava.

SIGA A TRIBUNA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
CAPA DE HOJE
PUBLICIDADE