TRÂNSITO AO VIVO
terça-feira, 30 de maio de 2017
FIQUE SABENDO AGORA
PUBLICIDADE
Esportes

Jéferson chega para ser o maestro do Bahia

por
LEONARDO MARTINS
Publicada em 02/01/2012 23:04:47

Com dificuldade para reforçar o time para a disputa da temporada 2012, a diretoria do Bahia anunciou a contratação de mais um atleta. Disputado também pelo Náutico, o meia Jéferson, que pertencia ao Vasco da Gama, mas que havia disputado o Campeonato Americano pelo Sporting Kansas City, assinou com o tricolor baiano e irá atuar como maestro da equipe nas quatro competições que o clube participará neste ano

Quase um mês após o término da Série A do Campeonato Brasileiro, na qual o Bahia ficou na 14ª posição e garantiu a vaga inédita para a Copa Sul-Americana de 2012, o time baiano conseguiu efetuar a sua terceira contratação. Mais acostumado com o ritmo das contratações dos clubes a divisão de elite, o tricolor acertou com o meia Jéferson – jogador que pertencia ao Vasco da Gama, mas que havia disputado a última temporada pelo Sporting Kansas City, dos Estados Unidos. O atleta que também era pretendido pelo Náutico de Pernambuco, preferiu assinar com o clube do Fazendão.

Depois de ter investido em medalhões como os meias Carlos Alberto e Ricardinho, que não corresponderam às expectativas da torcida, a diretoria do Bahia optou por nomes desconhecidos para montar a equipe que disputará o Campeonato Baiano, Copa do Brasil, Copa Sul-Americana e a Série A do Campeonato. Jéferson, que atuará como maestro do Bahia, foi apenas o terceiro reforço do time para a temporada de 2012, no entanto, as renovações da dupla de zaga Danny Morais e Diego Jussani, dos volantes Fabinho e Diones, e do meia-atacante Lulinha já começam a configurar o grupo atuará nesta temporada. 

Além de Jéferson, a diretoria tricolor até o momento só conseguiu fechar com o lateral-direito Boiadeiro, que foi um dos destaques do Ceará, rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro; e o zagueiro Rafael Donato, que havia defendido o Audax Rio, clube do Rio de Janeiro criado em 2005, que em 2012 disputará a Série D do Campeonato Brasileiro, para reforçar o sistema defensivo do Bahia, que não irá contar com a dupla de zaga titular da última temporada, formada por Titi, que retornou ao Internacional, e Paulo Miranda, que firmou vínculo com o São Paulo.

MARANHÃO- Poucos nomes estão sendo anunciados no Fazendão para reforçar o Bahia na próxima temporada, que será iniciada no dia 5 de janeiro. Contudo, alguns jogadores podem estar se despedindo do clube.  Formado nas categorias de base do tricolor, o meia Maranhão pode estar dando adeus ao time baiano. Com especulações de que o Cruz Azul, do México, está interessado no passe do atleta, o jogador de 21 anos deve ser o próximo a deixar o clube. Maranhão, de 1,68m, participou de 22 partidas pelo Bahia, mas marcou apenas um gol. O tento foi marcado na partida diante do Camaçari, pelo Campeonato Baiano de 2011.

João Neto - Com dificuldade de renovar contratos e anunciar reforços, o Bahia segue buscando estruturar o grupo para a sua segunda temporada consecutiva na Série A do Campeonato Brasileiro, após sete anos fora da divisão de elite. Não aproveitado pelo time do Fazendão no ano passado, o atacante João Neto, destaque do último estadual, deve ficar no clube até dezembro de 2012. Tudo isso por que o Bahia de Feira, clube que possui os direitos federativos do jogador, não entrou em um acordo com o Vitória para que o atleta disputasse a Segunda Divisão.

Em entrevista ao site Bahia Notícias, Tiago Souza, o presidente do Tremendão – como é chamado o clube de Feira de Santana – explicou que existe um empecilho para que o jogador vista a camisa do rubro-negro baiano. "Tive uma conversa com Alexi Portela, mas só podemos tratar disso depois da decisão do Bahia. Acho que provavelmente ele vai continuar lá mesmo", disse.

João Neto só disputou uma partida pelo Bahia. A única vez em que o jogador participou de um jogo oficial pelo tricolor, foi na estreia da equipe no Campeonato Brasileiro, contra o América Mineiro, no dia 22 de maio, no Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. No último mês de setembro, após ficar de lado no Fazendão, Neto chegou a ser emprestado a Portuguesa de Desportos, mas não teve chances de mostrar serviço.
 

SIGA A TRIBUNA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
EDIÇÃO ONLINE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE