Salvador ganha delegacia para pessoas desaparecidas
TRÂNSITO AO VIVO
sábado, 25 de outubro de 2014
FIQUE SABENDO AGORA
PUBLICIDADE
Segurança

Salvador ganha delegacia para pessoas desaparecidas

por
Mariacelia Vieira REPÓRTER
Publicada em 29/02/2012 23:26:11

 A partir de hoje pessoas com parentes desaparecidos podem procurar a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba, para registrar o caso. A unidade, que já trabalha na investigação de crimes e apoio a testemunhas e vítimas que estejam sendo ameaçadas, passa a ser responsável pela investigação de desaparecimentos. Com a nova Delegacia de Proteção a Pessoa fica extinta a Polinter, como esclareceu a delegada Jocelli Rodrigues.

 
Para o início das investigações, a delegada salienta que é preciso que um parente compareça à unidade da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Rua das Hortências, munido com uma foto e alguma documentação da pessoa procurada. Se não houver parente, segundo a delegada, será feita uma análise do caso e a ocorrência será registrada. “É preferível que seja um parente para que, posteriormente, não ocorram complicações legais”, explica a delegada. 
 
O máximo de informações sobre o desaparecido é um ponto relevante para que as  investigações acelerem. Ainda de acordo com Jocelli Rodrigues, um termo de autorização de divulgação da imagem também deverá ser assinado. Mas a delegada ressalta a necessidade de “primeiro, procurar nas ruas, perguntar aos vizinhos sobre essa pessoa, antes de ir à delegacia”.  A unidade funcionará 24 horas e disponibiliza o telefone (71) 3116-0000.  (MV)
SIGA A TRIBUNA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
CAPA DE HOJE
PUBLICIDADE