Ilha de Matarandiba divulga programação cultural gratuita
TRÂNSITO AO VIVO
WhatsApp: 71 9206-5826
domingo, 21 de dezembro de 2014
FIQUE SABENDO AGORA
PUBLICIDADE
Verão 2013

Ilha de Matarandiba divulga programação cultural gratuita

Publicada em 08/01/2013 10:44:34
Foto: creative commons/Salvador Diário
Terno de Reis - povoado do município de Vera Cruz (BA)
Terno de Reis - povoado do município de Vera Cruz (BA)

Os moradores da Ilha de Matarandiba, localizada no município de Vera Cruz, participam de extensa programação cultural no mês de janeiro.

São quatro eventos gratuitos que resgatam a cultura e as tradições da comunidade, promovidos pela Associação Sociocultural de Matarandiba (Ascomat), com apoio da Dow Brasil.

Voltada para o fortalecimento de manifestações culturais locais, a associação é fruto de uma parceria entre a Dow e a Incubadora Tecnológica de Economia Solidária (ITES) da Universidade Federal da Bahia (UFBA), por meio do projeto Ecosmar.

A programação iniciou em grande estilo, nos dias 5 e 6/01, com os festejos de reis, uma tradição centenária em Matarandiba. Na ocasião, o belo cortejo, batizado de Terno das Flores, percorre

u as ruas da Ilha cantando e dançando até a madrugada.

No dia 12 a Ascomat promove mais um importante evento para a comunidade: O reisado Zé de Vale. Considerado uma das mais ricas manifestações da cultura popular da Ilha, o reisado se caracteriza pela presença de dança, música e principalmente do teatro popular de rua. Na encenação, toda a história de Zé de Vale é cantada a partir de versos.

No segundo domingo do mês, 13, acontece uma festa religiosa para homenagear Santo Amaro, o padroeiro da Ilha. As comemorações acontecem com um novenário na igreja do padroeiro, onde são realizados cânticos e orações para o santo.

A apresentação do samba de roda Voa Voa Maria, que reúne pescadores e marisqueiras da Vila, faz parte da programação.

Ainda em janeiro, a Ascomat realiza a festa do Boi Estrela. Na ocasião, o boi sai pelas ruas da comunidade representando a farsa da morte e ressurreição do mesmo, com canções que acompanham a dança do animal e do vaqueiro, na roda formada pelas pastoras e pelo público.  

SIGA A TRIBUNA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
EDIÇÃO ONLINE
PUBLICIDADE