FIQUE SABENDO AGORA
PUBLICIDADE
Saúde

Preço cai e mais brasileiros trocam as dentaduras por um implante dentário

por
Carlos Vianna Junior
Publicada em 15/03/2013 03:52:43

Carlos Mariano Vieira (55 anos) usa dentadura desde seus dezoito anos. “Naquele tempo, no interior, não tínhamos opção, era arrancar ou arrancar”, conta o micro-empresário baiano. Depois de muitos anos de luta por uma melhoria da condição financeira de sua família, Vieira chegou ao ponto em que é possível pensar em trocar a dentadura por implante dentário.

“Antes era impensável, era muito caro e, com tantas outras necessidades, essa ideia soava muito supérflua. Agora posso e devo pensar na minha auto-estima”, disse Vieira, que está há um ano separado e diz buscar um novo relacionamento.

Esse tipo de mudança de vida e de valorização do implante dentário tem crescido muito na Bahia, acompanhando, por um lado, a ascensão social de muitos baianos e, por outro, a diminuição do preço da técnica. No Nordeste, esse crescimento foi de 30% ao ano desde 2010.

A informação é do cirurgião-dentista Luís Rogério Duarte, diretor-científico da Associação de Osseointegração do Nordeste (AON). ”Hoje o acesso aos implantes é muito maior. Existem mais empresas nacionais produzindo instrumentos e próteses de qualidade, a qualificação para o profissional também está maior e mais acessível. Além disso, a Classe C está podendo e querendo muito este serviço”, avalia.

Os implantes dentários são “raízes” artificiais implantadas na maxila e mandíbula através de uma pequena cirurgia. São pinos confeccionados em titânio comercialmente puro que se parece com parafusos.

Os implantes podem repor a perda de um dente natural sem a necessidade de desgastar os dentes vizinhos para a preparação de uma prótese fixa ou removível. A taxa de sucesso atualmente registrada para implantes dentais, segundo especialistas, é superior a 95%, o que torna a técnica muito segura e previsível.

Livro

A popularização da técnica de implante dentário na Bahia se reflete também na produção literária sobre o tema. Será lançado nesta sexta-feira (15/3), no Hotel Deville, em Itapuã, das 14 às 20h, o livro “Evidências Científicas em Estética e Osseointegração”. A obra é uma reunião de 19 artigos científicos produzidos por pesquisadores baianos. A produção do livro, que fala de técnicas de implantes e próteses, foi do cirurgião-dentista Luís Rogério Duarte em parceria com o presidente da AON, Maurício Barreto.

Os trabalhos contidos no livro foram apresentados no II Encontro Regional de Osseointegração, ocorrido em Salvador, em 2012. “O fato de ser feito no Nordeste, por gente daqui, já é um destaque, pois mostra o progresso em pesquisa e desenvolvimento de técnicas nessa área”, pontua Duarte.

O lançamento contará com palestras do professor Carlos Eduardo Francischone, autor do prefácio do livro, professor Alberto Consolaro, ambos da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da Universidade São Paulo (USP).

A Associação de Osseointegração do Nordeste (AON) é formada por especialistas em próteses e implantes da região e se dedica a produção científica, disseminação do conhecimento e movimento associativo fortalecendo a especialidade de implantodontia. 

SIGA A TRIBUNA
Envie informações para a Tribuna
71 9206-5826
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE