Beyoncé fecha a primeira noite do Rock in Rio dançando o funk "Qq isso Lelek"
TRÂNSITO AO VIVO
WhatsApp: 71 9206-5826
sábado, 20 de dezembro de 2014
FIQUE SABENDO AGORA
PUBLICIDADE
Entretenimento

Beyoncé fecha a primeira noite do Rock in Rio dançando o funk "Qq isso Lelek"

por
Susan Souza , enviada especial ao Rio de Janeiro
Publicada em 14/09/2013 11:35:55
Foto: Reprodução/iG
Beyoncé em show no Rock in Rio 2013

Ao final do show de Beyoncé no Rio de Janeiro, atração principal do primeiro dia de Rock in Rio, a cantora anunciou uma surpresa: a coreografia de "Qq isso Lelek", funk carioca do grupo Os Lelek. Beyoncé deu uma demonstração do que aprendeu e, da plateia, só se ouvia comentários como "não é possível" e "não acredito".

-- Veja vídeo:

Durante 1h45, a cantora mostrou uma ótima forma e foi apoiada por uma superprodução que contava com um grupo de bailarinos de visual moderno e a Suga Mama, sua banda de apoio formada apenas por mulheres, Sempre com os cabelos esvoaçantes por causa dos ventiladores à beira do palco e com uma pose irretocável de diva, ela mostra as razões pelas quais sua fórmula de exposição é tão eficaz.

A composição de seu show é feita para brilhar e, para isso, Beyoncé conta com um trabalho impecável de figurino, cabelo e maquiagem, incontáveis aparatos de pirotecnia e interatividade que trabalham para manter e engrandecer a fama de rainha e, em sua base, está a presença e a potência natural da voz da cantora.

A primeira música já criou, imediatamente, uma identidade com a plateia: o single "Run This World (Girls)", que deixou o público em clima de histeria. A cantora entrou vestindo um corpete cravejado de pérolas e mostrou uma série de hits como "If I Were a Boy", "Get me Bodied", "Baby Boy", "Naughty Girl" e "Party". 

Com menos trocas de roupa em comparação aos outros shows da "Mrs Carter Tour" no Brasil, somando-se oito figurinos no total, a apresentação também foi um pouco menor e deixou de fora músicas como "Survivor", do grupo Destiny's Child do qual Beyoncé fez parte no começo da carreira.

Intercalando o show com vídeos que contam um pouco sobre sua vida, como um que mostra a cantora com a filha Blue Ivy, Beyoncé ganhava tempo para fazer suas trocas de figurinos. Em momentos mais introspectivos, emocionou com "Irreplaceable" e a versão à capella de "I Will Always Love You", cover de Dolly Parton famosa na voz de Whitney Houston. 

O setlist ainda teve os singles "Crazy in Love", "Love on Top", um interlúdio de "Countdown", "Why Don't You Love Me" e "Single Ladies (Put a Ring on it)", cantada com empolgação pela plateia. No encerramento, antes de surpreender com a coreografia de "Qq isso Lelek", a cantora fechou com "Halo", descendo até o gargarejo e tocando a mão de alguns fãs sortudos que estavam na grade.

Primeiro dia de Rock in Rio

Beyoncé foi a atração mais aguardada do primeiro dia de Rock in Rio e, durante o evento, era possível encontrar fãs com camisetas, faixas e cartazes da cantora na Cidade do Rock - e até uma versão em papelão da estrela apareceu na fila .

A apresentação no festival faz parte da turnê "Mrs Carter" pelo Brasil - no show de estreia, em Fortaleza, ela trocou de roupa dez vezes em duas horas . A cantora já se apresentou em Belo Horizonte (11/9) e segue agora para São Paulo (15/9) e Brasília (17).

Antes de Beyoncé, o palco Mundo recebeu quatro shows. Quem abriu os trabalhos foi a Orquestra Sinfônica Brasileira, tocando peças de Beethoven, Heitor Villa-Lobos, Queen, Kid Abelha, Beatles, Legião Urbana, entre outras homenagens.

Em seguida, Ney Matogrosso, Frejat, Maria Gadú, Paulo Miklos e outros artistas participaram de uma homenagem ao cantor Cazuza. Ivete Sangalo e o DJ francês David Guetta também passaram pelo palco Mundo para preparar a chegada de Beyoncé.

SIGA A TRIBUNA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
EDIÇÃO ONLINE
PUBLICIDADE