FIQUE SABENDO AGORA
PUBLICIDADE
Bahia / Educação

Copa altera calendário escolar em 2014

por
Leidiane Brandão
Publicada em 23/10/2013 00:09:58

Com a realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, escolas públicas e privadas de todo o Estado terão alterações no calendário letivo do próximo ano. Em Salvador, a rede particular de ensino já começou a enviar correspondência aos pais dos alunos informando sobre a mudança. O ano letivo das 280 instituições associadas ao Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Estado da Bahia (Sinepe) será iniciado no dia 27 de janeiro, encerrando o primeiro semestre no dia 12 de junho, retornando no dia 15 de julho.

De acordo com o presidente do Sinepe, Natálio Conceição Dantas, para definir o novo calendário, foram realizadas várias assembléias com representantes das escolas. Ele destaca que as instituições não são obrigadas a cumprir a determinação do sindicato e que cada uma tem autonomia para definir e elaborar o seu próprio calendário escolar, desde que cumpra os 200 dias letivos estipulado por lei. “A Copa é um momento interessante, no entanto, não podemos viver em função do futebol e prejudicar a educação. Apesar da mudança, o novo calendário não irá prejudicar os alunos nem a realização do vestibular. Resolvemos elaborar um novo calendário já que a Copa do Mundo será realizada no Brasil, com jogos em Salvador,” concluiu.

A diretora da Escola Nossa Senhora do Cenáculo, em Tancredo Neves, Sandra Melo, ressalta  que apesar de adotar o novo calendário na instituição, os alunos não serão prejudicados já que as aulas irão começar em janeiro, e a escola irá cumprir os 200 dias letivos estipulado por lei.  “Mediante a Copa do Mundo acontecer no Brasil, neste período o mundo vai estar em festa e as pessoas concentradas nos jogos. Para que os alunos não sejam prejudicados já que neste períodos estarão concentrados nos jogos, resolvemos adotar o novo calendário. Nosso objetivo é oferecer um ensino de qualidade a todos”, completou.

Insatisfação

O novo calendário deixou muitos pais insatisfeitos. A fisioterapeuta Crispina Santos,  não gostou da mudança, alegando que já havia programado uma viagem para o Rio de Janeiro com os dois filhos de 14 e 7 anos. “Sei da importância da Copa do Mundo, no entanto, a vida das pessoas não pode ser modificada por conta de um evento de futebol. A educação é mais importante e precisa ser priorizada. Já estava com tudo programado, agora terei de mudar meus planos”, completou.

A rede pública, tanto a estadual quanto a municipal, informa que ainda não foram definidos os novos calendários. A Secretaria Municipal da Educação (SMED) disse por meio de nota que o calendário letivo de 2014 ainda está em fase de negociação com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB). A SMED afirmou ainda que o calendário será montado com base na Copa do Mundo. Já a Secretaria de Educação do Estado da Bahia, informou que um calendário foi preparado e apresentado a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e aguarda a aprovação da proposta. Segundo a secretaria, o objetivo é que tanto a rede pública quanto a particular tenha um calendário unificado.

 O Ministério da Educação homologou, ainda em 2012, no Diário Oficial da União, parecer do Conselho Nacional de Educação (CNE) segundo o qual cada rede de ensino tem autonomia para ajustar seu calendário, principalmente nas cidades que sediarão as partidas. O evento começa daqui a 231 dias, com jogo de estréia da seleção brasileira em 12 de junho, no estádio Itaquerão, em São Paulo, e prossegue até 13 de julho em 12 capitais brasileiras, entre elas Salvador, com um jogo para acontecer dia 13 de junho.

SIGA A TRIBUNA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Edição Online
(71) 3022-6046
Av. Magalhães Neto, 1856, Ed. TK Tower - Sala 619
Edição Impressa
(71) 3321-2161
Rua Djalma Dutra, 121, Matatu