FIQUE SABENDO AGORA
PUBLICIDADE
Cidade

Farmácia pega fogo no Hospital Teresa de Lisieux e doentes entram em pânico

por
Rayllanna Lima
Publicada em 29/01/2014 08:27:58
Foto: Reginaldo Ipê/Tribuna da Bahia
Pacientes e funcionários foram retirados do interior do local afetado pelo incêndio

Momento de pânico para quem estava no Hospital Teresa de Lisieux na tarde de ontem. A farmácia do hospital, localizado na Avenida Antônio Carlos Magalhães, pegou fogo no início da tarde. Uma nuvem de fumaça invadiu outros setores da unidade de saúde, deixando pacientes e acompanhantes em pânico. Apesar do susto, não houve feridos no incêndio.

As chamas começaram por volta das 13h e, de acordo com o Corpo de Bombeiros, a corporação foi acionada por volta das 13h20 para conter fogo. A ala farmacêutica fica no primeiro andar, mas, de acordo com pessoas que estavam dentro do hospital na hora do incêndio, a fumaça chegou até o quarto andar.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para ajudar a transferir os pacientes. O apoio do Grupamento Aéreo (Graer), da Polícia Militar, também foi solicitado. Acompanhantes que estavam dentro do Teresa de Lisieux durante o acontecimento ajudaram no resgate de pacientes.

“Conseguimos retirar cerca de dezesseis pacientes que estavam lá dentro. Os bombeiros controlaram as chamas, mas havia muita fumaça”, informou Robson Santos, 37 anos, enquanto ainda recuperava o fôlego. Ele foi ao hospital acompanhar o pai que faria um exame.

Simone Melo, 29, mãe do pequeno Samuel Melo, de apenas 1 ano e 7 meses, informou ter tido dificuldades para conseguir sair da ala onde estava.  Segundo ela, por conta da reforma do hospital, a rota de fuga estava bloqueada.

“Percebi que havia algo errado logo quando senti o cheiro de queimado. Tive que descer com o Samuel pela rampa e quase caí porque ela estava quebrada e com entulho. Pensei que fosse morrer”, desabafou ainda em pânico.

Assustada, Simone ligou para a irmã, Patrícia Melo, 30, que foi correndo para a unidade de saúde. Ela reclamou da estrutura do hospital alegando que costuma ter problemas.

A UTI neonatal e a UTI pediátrica da unidade também foram atingidas e precisaram ser evacuadas. Alguns pacientes foram transferidos às pressas para o setor de emergência. Outros foram transferidos para uma das nove clínicas associadas ao hospital.

Após as chamas terem sido controladas, e a unidade hospitalar estar mais calma, o gerente de marketing Aldo Valente, porta-voz do hospital, deu algumas informações sobre o ocorrido. “A princípio, foi um incêndio que teve no primeiro andar, na farmácia. Os bombeiros chegaram rapidamente e controlaram o fogo. Não houve vítimas, mas a fumaça atingiu a UTI. Agora precisamos apurar e esperar a perícia para saber o que aconteceu”.

Em nota, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) informou que um engenheiro foi encaminhado para o hospital para avaliar se a estrutura do Teresa de Lisieux ficou comprometida. A polícia investiga a causa do incêndio.

SIGA A TRIBUNA
ÚLTIMAS
Alex Ferraz
00:02
Michel Telles
00:02
Antonio Larangeira
00:02
Valdemir Santana
00:02
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Edição Online
(71) 3022-6046
Av. Magalhães Neto, 1856, Ed. TK Tower - Sala 619
Edição Impressa
(71) 3321-2161
Rua Djalma Dutra, 121, Matatu