TRÂNSITO AO VIVO
terça-feira, 28 de março de 2017
FIQUE SABENDO AGORA
PUBLICIDADE
Esportes

Bahia: Lomba foi reintegrado para ficar no grupo

O coordenador de treinamento do Bahia, Marcos Cezar afirmou que o período de treinamentos fora de Salvador já houve uma evolução na equipe

Publicada em 12/07/2016 10:04:10

Terminou no último final de semana a expectativa sobre o futuro do goleiro Marcelo Lomba, que para muitos, faria parte do “pacote de reajustes” do Departamento de Futebol do Bahia. Recuperado da contusão, liberado pelo Departamento Médico, o jogador se apresentou no domingo ao técnico Guto Ferreira, e foi reintegrado ao grupo para disputar a posição nos jogos pela Série B do Campeonato Brasileiro. 

Marcelo Lomba, que saiu do time às vésperas do jogo contra o Ceará, dia 2 de julho, em Fortaleza, não seguiu com a delegação para Porto Seguro no início da última semana. O goleiro ficou em Salvador para se recuperar de uma fissura em um osso do tórax, em tratamento, no DM do CT do Fazendão. Mas a sua saída do time coincidiu com o “tsunami” que tomou o clube após as derrotas para o Ceará, em Fortaleza, e Vila Nova de Goiás, em Salvador.

Vaiado, criticado pela torcida, apontado por Tricolores como um dos responsáveis pela má campanha, que apoiava o ex-técnico Doriva e com sua saída estaria dividindo o grupo no Bahia, o jogador era tido como “figurinha carimbada” na relação dos dispensados do Bahia. A contusão no tórax, a ausência no grupo convocado para a temporada em Porto Seguro, e as boas atuações do goleiro Jean, deram amplitude às especulações sobre a possível saída de Marcelo Lomba do Bahia, agora encerradas com sua chegada a Porto Seguro e reintegração do grupo sob o comando do técnico Guto Ferreira.

Ontem, o Bahia chegou ao seu quarto dia de treinamento em Porto Seguro, antes da partida de sexta-feira contra o Sampaio Corrêa, no estádio do Castelão, no Maranhão. 

No período de trabalho fora de Salvador, a nova comissão técnica tricolor tem aproveitado para ajustar o time não só taticamente e tecnicamente, mas também fisicamente.

O coordenador de treinamento do Bahia, Marcos Cezar afirmou que o período de treinamentos fora de Salvador já houve uma evolução na equipe. 

“A gente já percebe que o grupo está mais coeso no entendimento da proposta do Guto, e fisicamente também a gente percebe que eles estão respondendo melhor ao modelo de jogo de Guto, que é de muita intensidade e muita entrega”, disse Mauro. 
 

SIGA A TRIBUNA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
EDIÇÃO ONLINE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE