TRÂNSITO AO VIVO
domingo, 26 de março de 2017
FIQUE SABENDO AGORA
PUBLICIDADE

Cristina Villarino

Aniversário!
A coluna parabeniza a psicóloga  itaberabense Sara Mascarenhas, que mudou de idade na  sexta-feira (24).

Muita saúde, paz e felicidades!

Programação de aniversário de emancipação de Itaberaba
A prefeitura municipal de Itaberaba, sob a gestão de Ricardo Mascarenhas (PSB), vai comemorar os 140 anos de emancipação político-administrativa do município com a realização da 7ª Semana de Arte e Cultura que teve início na última quinta-feira 23 e segue até o dia 26 de março, com uma programação bem diversificada.

As atrações musicais, como Jau, que se apresentou ontem (24), neste sábado (25) é a vez do Forro a Dois e Tierry, além de dança, apresentações circenses e de capoeira, estarão presentes na festa dos 140 anos do município da Chapada Diamantina.

Tudo está sendo preparado para abrigar um grande cenário, representando as 14 décadas de vida política do município.

O acesso ao local será por dois portais que representarão a ‘Pedra de Itibiraba’.

Agravamento da seca em Ipirá preocupa o deputado Jurandy Oliveira
A situação de calamidade pública motivada pela seca em Ipirá fez com que o deputado Jurandy Oliveira (PSL) apresentasse no último dia (22), indicação para que o prefeito Marcelo Brandão decrete estado de emergência.

“A situação de Ipirá, em virtude da seca, se amolda justamente à hipótese prevista em nosso ordenamento jurídico para a decretação”, justifica.

No documento, o parlamentar pede que, em caso de indeferimento por parte do prefeito, que este justifique o porquê do indeferimento.

“O município vive um verdadeiro caos e o poder público necessita tomar as providências cabíveis, urgentemente, ou no mínimo justificar a não adoção das medidas possíveis neste momento”, defendeu.

Ele lembrou “que o ordenamento jurídico oferece possibilidades ao agente público que não podem ser olvidadas, sob pena de prejudicar gravemente a população ipiraense.”

Jurandy lembra que, segundo a legislação, o reconhecimento da situação emergencial se dá em virtude do iminente desastre na região, que necessita de auxílio complementar do estado ou da União para ações de socorro e recuperação.

“Com efeito, trata-se de uma região que está atravessando uma das maiores secas da história, sofrendo gravíssimos prejuízos em todos os setores, principalmente na agricultura, na pecuária e no consumo de água.

Choveu pouco nesses últimos dias e não foi suficiente para o município.

“Isso para a economia local é preocupante, não só pela lavoura, mas pela falta d’água que assola todo o município,” disse o deputado.

Irecê: Prefeito solicita ao governador Rui Costa sede da ‘Caatinga’
O prefeito de Irecê, Elmo Vaz (PSB), pediu ao governo estadual nesta quinta-feira (23) a instalação de uma sede da Companhia de Ações Especiais do Semiárido (Caesa) – conhecida como polícia da Caatinga – na cidade.

O prefeito protocolou um ofício ao governador com oito demandas na área de segurança depois do ataque a uma agência bancária do Banco do Brasil em Irecê na madrugada da última segunda-feira (20).

Prefeito de Irecê se reúne com presidente do Banco do Brasil em Brasília
Na última quarta-feira (22), Elmo Vaz esteve em Brasília, com o presidente do Banco do Brasil, Rogério Caffarelli.

Na pauta, os preparativos para o retorno das atividades da sede do banco em Irecê, que foi destruída com o ataque sofrido na segunda.

No encontro o  superintendente do banco prometeu celeridade nas providências para a reabertura da agência e nas obras de reconstrução da área danificada, com vistas a reativação da tesoureira.

Em abril, “Voluntários do Sertão” chega a Irecê
De 15 a 23 de abril, a cidade de Irecê vai receber a 17ª edição do “Voluntários do Sertão”.

A ação vai trazer cerca de 300 especialistas nas  áreas médica, enfermagem, odontológica, previdenciária, psicológica e social, entre outras.

A previsão da equipe é que cerca de 10 mil pessoas sejam beneficiadas a partir da ação, com a realização de mais de 40 mil procedimentos.

O Voluntários do Sertão vai acontecer em diversos locais do município, como na Praça Cleriston Andrade, nos Colégios Polivalente e Luiz Viana Filho, no prédio do antigo Fórum da cidade, Hospital Municipal de Irecê, PSF Vivendas, Secretaria de Ação Social e em diversos bairros da cidade.

“O mutirão oferece estrutura completa à população que procura atendimento, desde consultas médicas, odontológicas, exames, cirurgias de média e pequena complexidade, entrega de medicamentos, óculos de grau, orientações, enfim, com estrutura completa”, explica o presidente do Voluntários do Sertão, Doreedson Pereira, conhecido como Dorinho.

“Tudo isso aliado a muito amor, carinho e respeito a essas pessoas”, "A ação voluntária atenderá não só Irecê, como também municípios vizinhos”, explica Marta Meire, gestora do Voluntários do Sertão.

“Os voluntários que atuam conosco são praticamente os melhores em suas áreas no país todo. Recebemos inscrições de candidatos a voluntários de todos os Estados, desejando participar e ajudar com trabalho e dedicação”, disse.

Segundo o prefeito de Irecê, Elmo Vaz, a vinda do Voluntários do Sertão é de extraordinário significado para Irecê, visto que a saúde é a prioridade da sua gestão.

“A vinda para o nosso município de um projeto tão grandioso como o Voluntários do Sertão vai nos ajudar a diminuir drasticamente a demanda reprimida de atendimentos na área”, explica.

“A articulação para trazer para a cidade essa ação confirma o nosso compromisso com a nossa gente”.

Em seu site oficial, o movimento conta que foi criado “em 2000 pelo empresário Doreedson Pereira, (Dorinho) o projeto iniciou distribuindo brinquedos e cestas básicas, em Condeúba e cidades vizinhas, no sertão da Bahia.

Atualmente o programa realiza atendimento médico, odontológico, pequenas cirurgias, palestras, e distribui Kits de saúde e higiene pessoal.

Seu objetivo é promover assistência social, saúde, segurança alimentar, nutricional e promover o voluntariado com acompanhamento dos indicadores de transformação social.

A ação é anual e a equipe de voluntários é composta por médicos de várias especialidades, dentistas, enfermeiros, psicólogos, pilotos, cozinheiros, motoristas, auxiliares administrativos e populares de boa vontade, liderados por especialistas das respectivas áreas.

A caravana é composta por caminhões, aviões, e vans que cortam o país e realizam uma maratona de atendimento que dura uma semana e resulta na maior ação de saúde e cidadania do interior da Bahia.

Protesto conta a PEC 287 paralisa o trânsito e a feira livre de Ipirá
A Associação dos Professores Licenciados da Bahia “APLB” realizou na manhã desta quarta-feira (22) em Ipirá, uma grande manifestação contra a PEC 287/2016, proposta que muda totalmente o critério da aposentadoria no país, penalizando a classe trabalhadora, principalmente professores e produtores rurais.

A concentração aconteceu na Praça Roberto Cintra em frente à Igreja Matriz, onde após os manifestantes cantarem o Hino Nacional e saíram em passeata até o Centro de Abastecimento onde acontece a feira livre.

Lá os representantes da APLB, Sindicato dos Trabalhadores e dos Servidores Municipais de Ipirá e lideranças, discursaram para o público, esclarecendo os danos irreversíveis que essa PEC caso seja aprovada, poderá causar na vida da população e na economia dos municípios, principalmente os de menor porte.

As aulas estão paralisadas há uma semana em Ipirá e toda região, por causa do protesto dos professores que, assim como os trabalhadores rurais serão os mais penalizados com esta proposta de alteração dos critérios de aposentadoria apresentados na chamada PEC da morte.

Apoio para prática esportiva nos municípios de Una e Itaetê é solicitado em audiência na Sudesb
Em busca de investimentos para a prática esportiva nos municípios de Una e Itaetê, o deputado estadual Eduardo Salles participou de audiência  com os prefeitos dos dois municípios, Tiago de Dejair e Valdes Brito, respectivamente, e o diretor-geral da Sudesb (Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia), Elias Dourado.

O secretário de Educação de Itaetê, Bolota Damasceno, também participou da audiência.

Na oportunidade, foi solicitada a reforma do campo de futebol de Una, localizado no Distrito da Colônia, e a disponibilização de 20 kits esportivos para o campeonato de futebol do município, previsto para ocorrer no mês de abril.

Para Itaetê, também foram solicitados a entrega de 20 kits esportivos para o campeonato de futebol que será no final do mês de março.

 “Viemos à Sudesb buscar apoio para que essas solicitações sejam atendidas. Além disso, o investimento na prática esportiva é um importante aliado para oferecer atividades às crianças e jovens, pois evita que fiquem expostos à violência e outros riscos”, explica o parlamentar.

Elias Dourado informou que há uma licitação em andamento para compra dos kits esportivos e a previsão é que o material esteja disponível até o final do mês.

“Assim que o material chegar, estará disponível para que os prefeitos façam a retirada”, explicou o diretor-geral.

Também ficou combinado que a Sudesb encaminhará o coordenador de Obras, Serviços e Manutenção, Luiz Brantes, para avaliar a reforma do campo de futebol de Una, ainda na próxima semana.

Equipe da prefeitura de Nova Redenção vai até Brasília em busca de melhorias para o município
Representando o ‘Governo da Reconstrução’, da prefeita Guilma Soares (PT), do município de Nova Redenção, na Chapada Diamantina, uma equipe formada pelo secretário de governo Ariston Teles e pelos responsáveis pelo setor de Engenharia Civil da prefeitura, esteve em Brasília na última sexta-feira (17).

A equipe, em nome da prefeita, cumpriu extensa agenda em busca de soluções para destravar sistemas da área da Educação, obras conveniadas e projetos engavetados depois dos entraves detectados por uma auditoria técnica realizada na máquina administrativa municipal.

O secretário de Governo Ariston Teles participou de audiências nos ministérios da Saúde, da Educação, do Esporte e do Desenvolvimento Social, intermediadas pelo deputado federal Afonso Florence (PT-BA).

Na pauta, busca de informações da real situação de convênios federais e quais medidas o município têm que tomar para que essas obras sejam concretizadas.

Já no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o secretário constatou o descaso da ex-prefeita Ana Guardalupe Azevedo (PSD), que causou o cancelamento de convênios para construção de quadras poliesportivas por falta de solicitação de renovação de contrato.

Na oportunidade o deputado federal, tomou conhecimento das pendências para construção da creche e prometeu tomar providências para dar continuidade à obra.

Na área da Saúde, o secretário disse ter verificado “a situação dos recursos fundo a fundo que já estão disponíveis para compra de equipamentos e novos cadastramentos de emendas”.

“No Esporte fomos buscar uma ‘luz’ para abrir a caixa preta da quadra do Assentamento Bom Jesus e solicitaram novas ações. E no Ministério do Desenvolvimento Social foi identificada a causa do corte dos recursos voluntários da Ação Social, verba que o município está sem receber desde agosto de 2016. No ensejo, discutimos a possibilidade de reativar o convênio para finalizar a cozinha comunitária já que a antiga gestão deixou vencer o prazo mesmo tendo dinheiro em conta, além de não licitar os equipamentos para finalizar o convênio”, informou o Teles.

O secretário disse ainda que “a reconstrução do município será uma tarefa difícil, pois quem nos antecedeu não tinha responsabilidade com o fim social que essas ações têm para o povo.

O ‘Governo da Reconstrução’ terá dificuldade para deixar o município apto a receber novas ações do Governo Federal e Estadual”.

Segundo ele, a antiga gestão pagou empreiteiras que não realizaram obras, como é o caso do calçamento das casas populares, obra com apoio do governo estadual, que liberou R$ 200 mil, do total de R$ 600 mil que pavimentaria todo o bairro.

A ex-prefeita pagou a empresa contratada, no entanto, eles não conseguiram prestar contas e com isso deixou o município inadimplente e sem o restante da verba, que poderia servir para a finalização do serviço de calçamento nas casas populares.

Colunas anteriores
SIGA A TRIBUNA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
EDIÇÃO ONLINE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE