Raio Laser - Tribuna da Bahia
TRÂNSITO AO VIVO
WhatsApp: 71 9206-5826
segunda-feira, 27 de julho de 2015
FIQUE SABENDO AGORA
PUBLICIDADE

Raio Laser

Avaliação 
 Aliados e auxiliares do governador Rui Costa (PT) estão convencidos de que o fogo amigo é e será o grande obstáculo na guinada que o Estado pretende dar na área de saúde, e a razão é simples: nada seria feito sem desagradar a grupos que mandavam e desmandavam no setor. O secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas, tem procurado dar uma nova dinâmica à pasta e os descontentes estão a insuflar a categoria. Ainda assim, aliados recomendam cautela para que o imbróglio não acabe por azedar a relação do governo com os servidores em greve. 

Preocupação
Muitos têm recomendado ao governador que mantenha um nível de monitoramento sobre a questão que lhe permita intervir no momento adequado, evitando que a radicalização possa trincar o bom relacionamento mantido até aqui com o funcionalismo. A esses, Rui é taxativo: tem feito o que é possível, num ano difícil e com a crise batendo à porta. 

Acréscimo
Os que recomendam cautela são taxativos. Todo o cenário desfavorável que tenta se montar na pasta tem como responsável a tropa de choque do deputado federal Jorge Solla, ex-secretário de Saúde que não perde a oportunidade de fustigar o atual e mobilizar seu pessoal, quando pode, para criticar e apontar erros da gestão na condução de demandas tanto dos servidores quanto do setor. Uma situação tão acintosa que até a oposição reconhece a luta que o atual secretário tem desenvolvido para acertar as coisas na pasta diante do que encontrou.

Moderação e diálogos 
Com relação às declarações do secretário de Saúde do Estado Fábio Vilas-Boas referente à participação do ex-secretário e atual deputado Jorge Solla junto à mobilização dos servidores, a vereadora Vânia Galvão, líder do PT na Câmara Municipal do Salvador, ressaltou que é importante moderação e diálogo constante na resolução das questões. “É comum os governos enfrentarem movimentos de classe; e as gestões petistas, como do governador Rui Costa, têm a marca histórica da participação popular e da comunicação mais aberta com os trabalhadores”, comenta. Segundo considera a petista, durante esses momentos de mobilização, “é preciso integração no intuito de alcançarmos juntos soluções e fortalecermos as relações internas com as classes trabalhadoras. Afinal, esse foi o método de atuação do companheiro Jorge Solla não apenas quando esteve à frente da Secretaria de Saúde do Estado, mas durante toda a sua militância no partido”.  

Investimentos 
Com investimento de mais de R$ 307 mil, a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte inaugura a Unidade Modelo do SineBahia, nesta terça-feira, dia 28 de julho, com a presença do titular da pasta, secretário Álvaro Gomes. A unidade levará para os trabalhadores de Itabuna, na região Sul da Bahia, mais serviços, ampliação da capacidade de atendimento, e reforço na equipe de profissionais que atuam para ampliar as possibilidades de inserção dos cidadãos no mercado de trabalho.

Novidades
As novidades serão disponibilizadas a partir de agosto, quando a nova unidade reforçará o trabalho já desenvolvido pela antiga sede, que manterá suas atividades, mesmo após a inauguração.
A Unidade Modelo de Itabuna acontecerá no dia 28 de julho, aniversário da cidade. O evento acontece na Avenida Inácio Tosta Filho, local onde os serviços serão oferecidos. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Para ser atendido, é preciso portar RG, CPF, Comprovante de Residência e Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).

Água da chuva
Instalar um sistema de reaproveitamento da água da chuva restrito ao consumo pessoal, que não envolva o consumo por seres humanos, nos prédios e moradias construídos pelo Governo do Estado. Este é o objetivo do Projeto de Lei apresentado pelo deputado estadual Fábio Souto (DEM), neste mês de julho, na Assembleia Legislativa da Bahia. Segundo o democrata, o racionamento de água tem se agravado exponencialmente a cada ano que passa. Prova disso é a crise de abastecimento de água em determinadas regiões brasileiras presentes, quase que diariamente, em todos os noticiários de mídia televisiva do país.

Sem essa I
 O deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB) não viu com bons olhos a hipótese aventada de aproximação entre a presidente Dilma (PT) e os ex-presidentes Lula (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Em nota postada no Facebook, intitulada “Distância dos bandidos”, Imbassahy considerou “um desrespeito o convite que Lula e Dilma fazem. É um grave erro ele [FHC] aceitar. Os problemas do Brasil só serão resolvidos sem essa dupla nociva no comando”. 

 Sem essa II
Na nota, o parlamentar baiano comenta ainda que Lula e Dilma sempre estimularam a divisão, recusaram a opinião crítica e transformaram adversários em inimigos. Ressalta também que o ex-presidente e a atual comandante do Palácio do Planalto chefiaram uma campanha indecorosa, instalaram quadrilhas no governo, destruíram a economia e desvalorizam a moral e a ética. “Muitos companheiros (deles) já estão na cadeia e outros por certo irão. Agora, no desespero, procuram quem sempre agrediram. É tarde”, afirma.

 Quem pariu
 Aliás, o ex-prefeito Antonio Imbassahy não precisa se preocupar. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, no qual o PT, Lula e Dilma se especializaram em colocar a culpa por tudo de errado que fizeram no país, o que chegou a gerar o meme na internet “Foi FHC”, já disse que quer distância desta turma, no que faz muito bem.

Custeio alto
 Para completar o quadro, frisa Imbasahy, todo mundo acaba de tomar conhecimento de que o governo reduziu sua meta de superávit no ajuste fiscal porque a arrecadação baixou, em decorrência da baixa atividade econômica, quando poderia fazê-lo por meio da diminuição da máquina pública. 

Requalificação  
A agenda do governador Rui Costa, como de praxe, começa movimentada. Moradores dos bairros Saúde, Santo Antônio Além do Carmo, Barris e Tororó, em Salvador, serão os primeiros beneficiados com as obras de pavimentação e requalificação de vias. A ordem de serviço para o início das obras será assinada pelo gestor nesta segunda-feira (27), às 9h, no Largo da Saúde, em frente à Igreja da Saúde. Essa será a primeira etapa de um total de cinco lotes. Parte integrante do Plano de Reabilitação do Centro Antigo de Salvador, o projeto investirá R$ 123 milhões na melhoria da infraestrutura urbana em mais de 200 ruas da região.

Ritmo acelerado 
E nesse ritmo acelerado, Rui já visitou 52 cidades baianas em quase sete meses de gestão. Seriam 53 se as condições climáticas não o tivessem impedido de viajar hoje até Capim Grosso. “Fiz pré-campanha construindo o Programa de Governo Participativo. Em seguida, fizemos uma campanha olhando no olho das pessoas. Continuarei viajando e trabalhando para reduzir as desigualdades sociais”, afirmou.  Um dos pontos altos são as visitas às escolas públicas. “A educação é um instrumento de transformação social, mas ainda temos um longo caminho a seguir. A educação deve ser uma causa prioritária de todos os segmentos sociais”, disse Rui que já visitou 109 estabelecimentos de ensino.

Em ação 
O ex-senador e ex-governador César Borges ensaia retorno à política. Se não participar diretamente da sucessão de 2016, vai atuar nos bastidores apostando em candidaturas tanto em Salvador quanto no interior. Quem tem acompanhado as conversas de Borges diz que ele permanece na melhor forma política, atendendo a muita gente na Bahia. 

Presidentes
Ganha força o movimento de presidentes de Câmaras Municipais, capitaneado, entre outros, pelo petista Marcelino, que preside o Poder Legislativo de Camaçari com absoluta seriedade, em defesa do atendimento de demandas das comunidades que muitas vezes passam despercebidas ou não recebem a devida atenção dos executivos. O primeiro encontro do grupo na RMS foi em Camaçari, mas tende a ganhar força e se espalhar pelo Estado.

Festa em Feira
O domingo foi de festa em Feira de Santana. É que a Arquidiocese de Feira comemorou ontem, juntamente com a população feirense, o dia de Senhora Sant’Ana, padroeira da cidade. Na última terça (21), a Arquidiocese completou 53 anos. O deputado estadual Carlos Geilson apresentou na Assembleia Legislativa uma moção de congratulações, para homenagear a padroeira e a arquidiocese da Princesa do Sertão. O parlamentar ressaltou o trabalho da Arquidiocese junto à sociedade, desempenhando um papel importante por meio do trabalho de suas pastorais e de seus sucessivos bispos.

Prisão 
Dois sindicalistas foram presos pela Polícia Militar (PM) por protestarem no Colégio Estadual Landulfo Alves, em Salvador, na manhã de sábado (25). A coordenadora geral do Sindilimp, Ana Angélica Rabello, e o diretor, Edson Conceição, foram detidos quando iniciavam uma reunião para deliberar sobre as ações do dia e as estratégias para atrair os servidores da unidade de ensino para os debates das melhorias solicitadas, como benefícios de assistência médica e, principalmente, o pagamento dos valores atrasados acumulados em três meses. 

Plantão nas delegacias
Com 8,3 feminicídios para cada 100 mil mulheres, segundo o Mapa da Violência, Salvador apresenta índice muito superior à média nacional, de 4,6. Nesse contexto, a vereadora Kátia Alves comemorou a aprovação, no plenário da Câmara, na semana passada, do projeto de indicação ao governador Rui Costa, elaborado por ela, que propõe a retomada dos plantões de 24 horas com a presença de delegados nas Delegacias Especiais de Atendimento à Mulher (DEAMs).

Fortalecimento 
 “Precisamos fortalecer a rede de apoio à mulher. As estatísticas mostram que a maioria das agressões praticadas contra o público feminino ocorre entre 18h e 4h da manhã, especialmente aos sábados, domingos e feriados”, ressaltou a vereadora, que faz parte da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara. O mesmo projeto sugere ainda a extensão do atendimento nas DEAMs à população LGBT. No início de julho, Kátia Alves encaminhou um requerimento solicitando a adoção dessas medidas ao delegado-geral da Polícia Civil.

Modelo de Gestão
Visando fortalecer o Modelo de Gestão Participativa dos Sistemas de Abastecimento, criado pela Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), foi apresentada ao Sebrae Bahia uma proposta de ação conjunta via Centrais de Associações Comunitárias. A ideia é promover a manutenção de serviços de saneamento – hoje  existem duas (Jacobina e Seabra) - e dar fim ao sucateamento de muitos sistemas doados às prefeituras municipais por meio de termo de transferência patrimonial.

Modelo de Gestão
Visando fortalecer o Modelo de Gestão Participativa dos Sistemas de Abastecimento, criado pela Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), foi apresentada ao Sebrae Bahia uma proposta de ação conjunta via Centrais de Associações Comunitárias. A ideia é promover a manutenção de serviços de saneamento – hoje  existem duas (Jacobina e Seabra) - e dar fim ao sucateamento de muitos sistemas doados às prefeituras municipais por meio de termo de transferência patrimonial.

Colunas anteriores
Outras notícias: mais recentes · mais antigas
SIGA A TRIBUNA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
EDIÇÃO ONLINE
PUBLICIDADE