Raio Laser - Tribuna da Bahia
TRÂNSITO AO VIVO
WhatsApp: 71 9206-5826
terça-feira, 28 de abril de 2015
FIQUE SABENDO AGORA
PUBLICIDADE

Raio Laser

Risco 
Presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Marcelo Nilo (PDT) está convencido de que leva a presidência do partido em junho, na disputa com o deputado federal Félix Mendonça Jr., atual presidente da agremiação, com a ajuda prometida do governador Rui Costa (PT), que não quer nem pensar em ver a sigla com a oposição, inclusive, já na sucessão municipal do próximo ano.

Este seria o caminho natural do PDT na Bahia, depois que Félix Jr.

rompeu com Rui para se unir ao prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), caso o presidente nacional Carlos Lupi marchasse para a oposição à presidente Dilma Rousseff.

Mas Nilo garante que Lupi já se entendeu com a presidente e fica no governo.

Senões
De amigos com quem conversou sobre seus planos de ver Marcelo Nilo comandando o PDT, Rui Costa ouviu alguns senões.

Primeiro, porque ele ficaria ainda mais forte para se reeleger presidente da Assembleia Legislativa, daqui a dois anos.

Depois, porque poderá se cacifar também para participar da chapa majoritária do governo em 2018.

E ainda pode disputar a Prefeitura de Salvador no ano que vem.

 
O partido não é uma colcha para ser ofertada de presente a um governador ou a um prefeito

Pedetistas
O presidente estadual do PDT, Félix Mendonça Jr., reagiu com bom humor à informação de que o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo, terá o apoio do governador Rui Costa (PT) para disputar a presidência da agremiação com ele, em junho.

“Ele (Nilo) ficou com medo de que o partido vá para a oposição, coisa que não tenho. O presidente estadual sou eu e ele quer alterar isso buscando uma intervenção no PDT por meio do governador Rui Costa. Não entende que o partido não é uma colcha para ser ofertada de presente a um governador ou a um prefeito. O partido não pode ser usado. É independente e continuará sendo”, disse Félix.

Declarações
Segundo Felix Jr., as declarações do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, sobre a corrupção nos governos petistas não podem ser contestadas.

“A corrupção está aí, todo mundo vendo. Espera-se que o governo tome providências para estancá-la”.

Investimento
O secretário da Casa Civil de Salvador, Luis Carrera, disse ontem que a prefeitura está engendrando todos os esforços no dia a dia para preparar a cidade para os períodos de chuva.

De acordo com secretário, foram investidos ano passado R$156 milhões na prevenção da capital baiana, em limpeza de canais, manutenção da drenagem e encostas.

Preocupação
“As áreas de risco são a maior preocupação da prefeitura. Estamos empenhados para fazer um trabalho constante, que minimize os problemas existentes nos dias de maior precipitação pluviométrica”.

A meta, segundo disse, é continuar investindo e fazer o trabalho nas 55 encostas que representam maior risco para a população da cidade.

A Codesal está pedindo que as pessoas saiam de suas residências

Suporte
O secretário de Desenvolvimento Social, Bruno Reis, disse ontem que desde o início do dia estavam em atuação na cidade, sobretudo nas localidades de Marotinho e San Martin, onde tiverem vítimas fatais.

“Estamos dando todo o suporte necessário às famílias que tiveram vítimas fatais, que vão desde o auxílio funeral ao auxílio social para abrigar os sobreviventes”.

Nas outras áreas de risco, segundo Bruno Reis, a Codesal está em atuação ininterrupta, pedindo que as pessoas saiam de suas residências para evitar novas catástrofes.

Quem teve a casa alagada, a prefeitura ofereceu áreas em Pau da Lima e Boa Vista de São Caetano para abrigá-las.

A ideia é redobrar a atenção, com equipes atuando 24 horas.

Montagem
Faz o maior sucesso nas redes sociais uma montagem que o humorista Danilo Gentili fez sobre o vídeo que o ex-presidente Lula gravou numa academia de ginástica, falando sobre vida saudável.

Ele encaixa perguntas suas em falas de Lula criando um diálogo digno do melhor bom humor, aquele que não perde a piada nem muito menos a crítica ácida.

Sem descanso 
O prefeito ACM Neto não descansou um minuto sequer ontem, em Salvador.

Devido às fortes chuvas que caíram na cidade, o prefeito tratou de mobilizar desde as primeiras horas do dia toda a sua equipe para uma assistência direta às comunidades atingidas, garantindo abrigo e condições mínimas para os desabrigados.

Ontem mesmo o prefeito resolveu encaminhar para a Câmara de Vereadores uma proposta de um abono no valor de três salários mínimos para as famílias vitimas das chuvas.

Segundo Neto, se aprovado ainda esta semana, o pagamento do abono já será feito a partir da próxima segunda.

Agrocafé
A Associação dos Produtores de Café da Bahia - Assocafé, entidade que em maio próximo completa 20 anos de existência, enviou nota para a imprensa ontem informando que está mantido seu evento anual, o Simpósio Nacional do Agronegócio Café - Agrocafé, que acontecerá entre os dias 11 e 13 de maio, no Bahia Othon Palace, em Salvador.

Segundo a associação, a crise de 2015 dificultou muito a execução do evento.

 
ACM Neto é um prefeito midiático, que só se preocupa com festas

Crítica pesada
Ao se deparar com as lamentáveis notícias sobre as vítimas das chuvas que castigaram a capital baiana ontem, a vereadora Vânia Galvão (PT) não poupou críticas à administração municipal.

De acordo com a líder do PT na Câmara, não há, por parte da Prefeitura de Salvador, preocupação em preparar a cidade para este momento.

“Não fazem drenagem, não têm plano de contenção de encostas, e quem mais sofre é a população carente. ACM Neto é um prefeito midiático, que só se preocupa com festas”, reclamou a vereadora, destacando a importância do auxílio do governo que, novamente, colocou a estrutura do Estado à disposição do município.

Festas?
“É lamentável o desrespeito da vereadora Vânia Galvão (PT) com as famílias enlutadas e tantos baianos que se encontram neste momento em áreas de risco na nossa capital. A líder do PT deveria cobrar do governador Rui Costa explicação para atraso na conclusão das obras de contenção de 98 encostas em Salvador, através do plano diretor de encostas lançado há um ano pelo ex-governador Jaques Wagner”, rebateu ontem o vereador Claudio Tinoco (DEM), sobre as declarações da vereadora de que “ACM Neto só se preocupa com festas”.

Terra arrasada
O vereador Joceval Rodrigues (PPS), líder do governo na Câmara de Salvador, também lamentou “a falta de sensibilidade da vereadora Vânia Galvão”, que acusou a prefeitura de não ter um plano para as chuvas.

O líder trouxe dados que comprovam que a prefeitura vem investindo de forma a prevenir desastres causados pelas chuvas.

Joceval lamentou a tática da oposicionista do “quanto pior melhor”.

“Infeliz momento de se tentar fazer política de terra arrasada, principalmente trazendo informações inverídicas”, disparou.

De fora 
Político baiano muito próximo ao ministro da Defesa, Jaques Wagner, defendeu que ele participe mais do governo Rui Costa (PT).

“Foi ele quem inventou Rui. Não pode deixar o cara jogando sozinho. Veja o caso da presidente Dilma Rousseff e do presidente Lula”, observou o interlocutor do governador, acrescentando que Wagner não interfere nada na gestão do sucessor que elegeu.

Preocupada
O mesmo político afirma perceber na ex-primeira-dama do Estado, Fátima Mendonça, muito mais preocupação com os rumos da administração Rui Costa do que no ex-governador.

“Apesar de se encontrar em Brasília, ela é atenta a tudo que acontece na Bahia. Veja o caso do sucessor de James Correia. Ela já defendeu junto a Wagner que peça por Paulo Ferraro, que foi do BNB”, completa o amigo do ex-primeiro-casal que fazia o maior sucesso social quando estava no governo.

Agenda 
O governador Rui Costa cancelou ontem toda a sua agenda externa para acompanhar de perto as ações que estavam sendo empreendidas para socorrer as vítimas do temporal que se abateu sobre Salvador e Região Metropolitana.

Enquanto colocava toda a máquina do estado à disposição do prefeito ACM Neto, com quem falou mais de uma vez ao longo do dia, Rui se mobilizava para conseguir, junto ao governo Dilma, ajuda federal para Salvador e cidades da RMS que foram atingidas pelas chuvas.

Sobrevoo
E, pelo visto, o empenho do governador Rui Costa deu resultado.

Já no começo da noite, a própria presidente Dilma lhe telefonou informando que estava mandando a Salvador, na manhã de hoje, o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, para sobrevoar toda a área atingida, afim de mensurar as providências a serem adotadas pelos três entes federativos.

Rui fez questão de convidar o prefeito ACM Neto para acompanhá-los no sobrevoo à cidade.

Corrupção
A reunião de instalação da Comissão de Combate à Corrupção da OAB-BA acontece hoje, às 18h30, no auditório da Seccional, nos Barris.

A comissão será composta por cidadãos indicados por entidades que integram a sociedade civil organizada e por advogados.

A intenção é que a corrupção, tema que se tornou um dos mais importantes da pauta nacional, seja tratada de forma multidisciplinar.

A Comissão de Combate à Corrupção da OAB-BA é presidida pelo conselheiro Domingos Arjones.

 
Planejar a cidade não é correr atrás da tragédia

De fachada
A deputada federal Alice Portugal (PCdoB) fez um pronunciamento ontem, na Câmara dos Deputados, registrando os estragos das chuvas em Salvador.

“Estamos em calamidade. Uma cidade antiga, mas é uma metrópole com quase três milhões de habitantes. É uma cidade que não pode ter apenas maquiagem na área litorânea. O prefeito ACM Neto, ex-deputado, dizia aqui a todo momento que faria de Salvador uma cidade belíssima, mas voltada para o Atlântico. Tem feito obras de fachada e o planejamento urbano não foi tratado, não foi feita uma prevenção para as chuvas que são esperadas”, afirmou, ao falar ainda que “planejar a cidade não é correr atrás da tragédia”.

Nomeações
Os aprovados no último concurso público para provimento de vagas na Assembleia Legislativa da Bahia estarão realizando uma manifestação hoje, às 17h, na galeria da própria Casa, durante a sessão prevista, com o objetivo de cobrar da Mesa Diretora e do presidente Marcelo Nilo (PDT) a convocação dos mesmos.

A preocupação dos manifestantes é que, passado quase um ano da homologação do resultado até a presente data, apenas 10 aprovados foram convocados, restando ainda 87 a serem convocados e mais 1.900 integrantes no cadastro de reservas.

Colunas anteriores
Outras notícias: mais recentes · mais antigas
SIGA A TRIBUNA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
EDIÇÃO ONLINE
PUBLICIDADE