TRÂNSITO AO VIVO
WhatsApp: 71 9206-5826
domingo, 1 de maio de 2016
FIQUE SABENDO AGORA
PUBLICIDADE

Raio Laser

Ministério 

Com o impeachment às portas, petistas baianos se preparam para dias difíceis e de “luta” em Brasília e no Estado sob a gestão presidencial de Michel Temer (PMDB-RJ) com bom humor. Com base em declarações à Tribuna da Bahia no início da semana de Geddel Vieira Lima, um dos principais auxiliares do provável novo presidente, avisando que o governador Rui Costa (PT) terá de volta o mesmo tratamento que vier a dispensar a Temer, dizem não ter dúvidas de que o peemedebista está prestes a assumir o “Ministério da Perseguição” na Esplanada. Para queimar a língua dos petistas, Geddel mudou o tom em uma nova entrevista ontem: “Num eventual governo dele (Temer), ele vai tratar o governador (Rui Costa) com educação e parceria. (…) Não haverá retaliação”.

Dentro d’água

O prefeito ACM Neto (DEM) voltou a criticar o governo da presidente Dilma Rousseff e o PT, durante a inauguração da Prefeitura-Bairro da Liberdade / São Caetano. Neto afirmou que em 2012 seus adversários diziam que o prefeito precisava ser do partido da presidente da República, caso contrário a cidade iria para dentro d’água, e ironizou: ‘Agora quem está dentro d’água é a presidente’.

Contramão

Ainda durante a inauguração da Prefeitura-Bairro da Liberdade / São Caetano, o democrata aproveitou para dizer que sua gestão vai na contramão dos fatos que envolvem o PT. “Enquanto em Brasília as notícias ocupam as páginas política-policiais, aqui temos duas ou três inaugurações acontecendo por dia. Salvador está na contramão do Brasil”.

Homenagem I 

A Câmara de Salvador outorgou a Medalha Thomé de Souza ao secretário estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização, Nestor Duarte, na noite de anteontem. A sessão especial foi proposta pelo vereador Arnando Lessa (PT). A honraria é concedida pela Casa Legislativa a personalidades que prestam relevantes serviços ao município. Formado em Direito pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), onde adquiriu interesse pela política na militância estudantil, Duarte foi por duas vezes deputado estadual e três vezes deputado federal. 

Homenagem II

A homenagem teve a presença do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), deputado Marcelo Nilo (PSL), o secretário estadual de Turismo, Nelson Pelegrino, a senadora Lídice da Mata (PSB-BA); o ex-governador da Bahia, Roberto Santos; e o ex-prefeito de Salvador, Virgildásio Sena.

Do contra I

Membro titular da Comissão de Reparação da Câmara de Salvador, o vereador Hilton Coelho (PSOL) informa que se posicionou contrário ao projeto de indicação que solicita a mudança do nome do circuito carnavalesco Barra-Ondina, de Circuito Dodô para Circuito Daniela Mercury. “As razões para o voto contrário devem-se à necessidade da preservação da memória de nossa cidade. Adolfo Antônio Nascimento, nosso Dodô, foi inventor, instrumentista, negro, de família humilde, e que leva pouca fama do invento que revolucionou as festas populares, o Trio Elétrico.

Do contra II

O vereador do PSOL acrescenta que retirar o nome de Dodô do Circuito Barra-Ondina é um desserviço que se faz à memória cultural da Bahia. “Nada contra a artista Daniela Mercury, reconhecida como uma das grandes incentivadoras do Carnaval da cidade, mas votamos contra a mudança do nome como forma de manter na memória de uma cidade majoritariamente negra um de seus filhos que prestou serviço de grande relevância para o Carnaval”, reforçou o posicionamento Hilton Coelho.

Jequié

O Ministério Público Federal (MPF) em Jequié/BA obteve a condenação do ex-prefeito de Nova Itarana, Theonas Silva Rebouças, por improbidade administrativa. A Justiça Federal acatou a ação civil pública movida pelo órgão, segundo a qual o ex-gestor deixou de prestar contas de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Reajuste

A Embasa solicitou reajuste anual das tarifas de água e esgoto, nos municípios onde atua, em 10,97%. O pedido está sendo analisado pela Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa) e deve ser divulgado em breve por meio do Diário Oficial do Estado. Quando definido pela agência reguladora, o percentual será aplicado de forma linear sobre a tarifa atualmente cobrada. O aumento, que é anual e está previsto em lei, se dá com base na variação da inflação, corrigido pelo IPCA e outros parâmetros, como a elevação dos custos fixos. Se o pedido da Embasa for acatado pela Agersa, a tarifa residencial social, por exemplo, passará de R$ 10,30 para R$ 11,43.

Denúncia do MPF

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o prefeito de São Félix, Duda Macedo (PSB), por crime de responsabilidade fiscal ao não ressarcir a Caixa Econômica Federal (CEF) após convênio para concessão de empréstimo, apesar de os valores terem sido descontados dos servidores públicos municipais. De acordo com a denúncia, não houve repasse referente aos meses de fevereiro e março de 2016, bem como não foram quitados débitos anteriores objeto de acordo judicial com a CEF. Até o momento da denúncia, os prejuízos totalizavam R$ 605.192,76.

Plenária

A conjuntura política no Brasil, na Bahia e em Salvador é tema de um seminário que o mandato do vereador Gilmar Santiago (PT) promove, hoje (30), às 9h, no auditório do Sindicato dos Trabalhadores em Água e Esgoto (Sindae), nos Barris. Os deputados federais Afonso Florence, líder do PT na Câmara, e Jorge Solla, o chefe de gabinete do Ministério do Trabalho, Robinson Almeida, e o cientista político Claudio André são alguns dos palestrantes.

Ilhéus 

O presidente do Democratas em Ilhéus, João Gomes, e o prefeito ACM Neto vêm estreitando as conversas em torno da escolha do candidato das oposições para disputar a prefeitura na terra de Jorge Amado. Para João Gomes, que organizou o DEM em Ilhéus, a administração que Neto está fazendo em Salvador tem repercutido em toda Bahia, mas em Ilhéus o efeito é muito grande. “As chances do grupo de partidos oposicionistas ganhar a prefeitura são excepcionais e a liderança de ACM Neto é decisiva”, disse João Gomes.

Centro Histórico 

A Câmara de Salvador discutiu ontem os impactos do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) no Centro Histórico da cidade e em sua produção cultural. Na ocasião, o presidente da Associação de Moradores do Centro Histórico, Cícero Melo, destacou que a realização da audiência era muito importante porque o centro antigo de Salvador possui especificidades que devem ser discutidas separadamente. “Um desafio, hoje, é a ocupação dos imóveis vazios e a conservação dos que passam por degradação e pertencem a proprietários privados que não podem arcar com a reforma. Nosso maior problema é a falta de diálogo com o poder público. Precisamos discutir um modelo de preservação que nós queremos”, disse Cícero.

Debate do PDDU

Na audiência, a líder da bancada de oposição, vereadora Aladilce Souza (PCdoB), criticou o pouco tempo para debater o projeto na Câmara. “Acredito que o debate sobre o PDDU foi insuficiente. Senti falta de um diagnóstico do Centro Histórico cultural e do patrimônio. A gente tem que ter um Plano que altere a realidade de Salvador e por isso não podemos aprovar o texto com data marcada”, afirmou a comunista. Já o presidente do colegiado do PDDU, vereador Arnando Lessa, avaliou que o novo plano atende ao interesse da sociedade soteropolitana. “Não atende ao governo de ACM Neto e nem ao governo futuro. Atende à cidade. É natural que uma lei complexa como essa cause reações, mas foram mais de 115 emendas propostas e analisadas pelo Colegiado Técnico da Câmara e uma grande parcela será incorporada ao texto final”, pontuou.

Ação de Graça

Ocorreu na manhã de ontem uma Missa de Ação de Graças pelo aniversário de 90 anos do presidente da Fundação José Silveira, doutor Geraldo Leite. A celebração aconteceu na Igreja das Dorotéias e contou com a presença de amigos e familiares. 

Bomba

Uma bomba deve sacudir os meios políticos nesta segunda. Tudo caminha na surdina, mas o impacto do petardo promete ser devastador. Quem viver, verá

Mais Médicos 

A renovação do contrato dos Mais Médicos para profissionais estrangeiros, assinada ontem pela presidente Dilma Rousseff (PT) em cerimônia no Palácio do Planalto, impedirá que o programa sofra descontinuidade, segundo avaliação do deputado federal Jorge Solla (PT). O deputado reuniu-se durante a semana com a presidente e a ministra da Casa Civil, Eva Chiavon, para acertar detalhes da MP. 

Permanência 

“A medida provisória, que já começa a valer a partir de hoje, permite a permanência não só dos intercambistas individuais, mas também dos cubanos. Qualquer que seja o cenário político daqui para frente, quero crer que o Congresso não cometeria a insensatez de derrubar uma MP como esta, que mantém um programa que já é um sucesso pelo seu êxito. Até porque geraria uma insegurança jurídica sem tamanho, afinal estes contratos todos serão renovados desde já”, disse.

Ação penal

O juiz federal Sérgio Moro abriu ação penal, ontem, 29, contra o marqueteiro do PT João Santana e sua mulher, Mônica Moura, e mais dez pessoas, entre elas, Marcelo Odebrecht e o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. Eles são acusados por organização criminosa, lavagem de dinheiro e organização criminosa no esquema de cartel e corrupção na Petrobras. “Presentes indícios suficientes de autoria e materialidade, recebo a denúncia contra os acusados acima nominados.”

Colunas anteriores
Outras notícias: mais recentes · mais antigas
SIGA A TRIBUNA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
EDIÇÃO ONLINE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE