Patrulhamento ostensivo é reforçado na região da Boca do Rio

Uma parte do comércio fechou por conta de um áudio que circulou no WhatsApp determinando o não funcionamento dos estabelecimentos


Tribuna da Bahia, Salvador
11/08/2017 16:37 | Atualizado há 5 dias, 10 horas e 27 minutos

   

Guarnições da 39ª Companhia Independente da Polícia Militar (Imbuí/Boca do Rio), das Rondas Especiais (Rondesp) Atlântico, Grupamento Aéreo e da Operação Apolo reforçam o patrulhamento ostensivo na região, com foco maior na Avenida Jorge Amado. Metade dos estabelecimentos comerciais abriram normalmente e uma outra parte fechou por conta de um áudio que circulou no WhatsApp determinando o fechamento. 

A Polícia Civil investiga de onde partiu essa informação e, se ela tem ligação com a morte do traficante Marreno, ocorrida na última quarta-feira (9), durante confronto com a Força-Tarefa da Secretaria da Segurança Pública.

"Estamos aqui com diversas viaturas, inclusive uma Base Móvel e com apoio de outras unidades para garantir a tranquilidade para a população. Continuaremos com as nossas ações ostensivas contra a criminalidade", ressaltou o comandante da 39ª CIPM, major Edson Lima.


Compartilhe       

 


TRIBUNA VIRTUAL



 

Notícias Relacionadas