Palácio do Planalto mira "radar dos traidores" para políticos baianos

Jutahy declarou ao jornal que não teme qualquer tipo de punição


Tribuna da Bahia, Salvador
12/08/2017 07:39 | Atualizado há 4 dias, 19 horas e 25 minutos

   

Por Henrique Brinco

O Palácio do Planalto está mapeando e realocando os cargos federais para outros partidos da base que votaram favoravelmente ao presidente Michel Temer (PMDB) na Câmara, na semana passada. O esforço do peemedebista é, assim, tentar reorganizar a base aliada para uma nova denúncia que deverá ser apresentada até o início de setembro pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Na Bahia, parlamentares do PSDB e PSD devem sofrer sanções por votarem contra o chefe do executivo federal.

Segundo a Tribuna apurou, o PP já reivindica os cargos federais do deputado federal Jutahy Magalhães (PSDB) na Bahia por ele ter votado contra Temer. Recentemente, o parlamentar declarou ao jornal que não teme qualquer tipo de punição: "Não tenho mais nenhum tipo de ligação com esse governo. Não estou nem um pouco preocupado com esse assunto [as retaliações]. Meu voto não é mercadoria". Além dele, João Gualberto foi outro tucano baiano a votar contra Temer.

Leia mais na edição impressa do jornal ou no Tribuna Virtual.

Compartilhe       

 


TRIBUNA VIRTUAL



 

Notícias Relacionadas